14/09/2015

Talvez, a hora de acreditar seja o agora.

 
    Mas a gente sabe, do fundo do coração quando é a hora certa para tirar os sonhos da gaveta e trazê-los à tona. Já fiquei muito tempo atrás, nos bastidores. Agora é a hora de estar em frente aos holofotes, segurando as rédeas da minha vida, encaminhando meus sonhos para o mundo de realizações. Passei muito tempo idealizando algo que não dependia apenas de mim para se tornar real, mas quando a vida vê o quanto você vem se esforçando, ela resolve te dar uma brecha pra que você possa ser capaz de construir o início do seu "feliz para sempre", mas você tem que ser rápido o suficiente para se agarrar a essa oportunidade.

    Chega de sofrer! De se desmerecer. É a hora da virada, de rescrever uma nova história, talvez um novo livro, assim digamos. O importante é não deixar que nossos corações parem de vibrar com tanta intensidade quando colocamos uma música no último volume e ela começa a tocar ou até mesmo quando a gente se arrepia ao ver uma estrela cadente passando em meio a infinidade de outras estrelas no céu numa madrugada fria. O tempo tem sido curto, cada vez menor e a hora de fazer acontecer é o agora. Os nossos sonhos estão parados em um lugar, esperando que os encontremos e que os tornemos reais.

    Passei um tempo recluso, achando que era o fim da linha, quando na verdade era apenas o começo. A gente precisa chegar no fim do poço, pra aprender a cavar um buraco que nos leve a uma saída alternativa e sei que falta um tempo ainda para que eu saia totalmente desse buraco, mas vejam só, eu já consegui me comunicar de lá. Me aguardem até que eu tenha saído de vez, e quando o sol aparecer, eu sei que ele vai me iluminar mais que antes e que serei capaz de mostrar a luz pra todos aqueles que acreditam na mesma intensidade que venho acreditando. No meu coração só há espaço para aquilo que seja de verdade e depois de ir peneirando tantas coisas só me restou essas duas: sonhos realizados e amor verdadeiro.

Texto original e adaptado do blog: Odiariodeumfan.blogspot.com 
Link direto para o texto: http://migre.me/rwpv1
 

Nenhum comentário :

Postar um comentário

© Vinícius Delvalle - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo