29/02/2016

Novas amizades e seus prazos de válidade.


    Meu pai costumava dizer que eu tinha um temperamento ainda mais difícil do que tenho hoje quando era mais novo. Tomava raiva rápido das pessoas. Um dia éramos melhores amigos e na semana seguinte eu já fingia que nem sabia de quem se tratava quando ouvia o nome. Mas conforme venho crescendo, vejo que o problema não está e nunca esteve em mim. Na grande maioria, as pessoas só querem sua amizade quando você tem algo a oferecê-las. Quando isso ocorre, esquece. As pessoas deixam de valorizar o que realmente importa, dos sentimentos que são nutridos no decorrer do tempo. Eu por exemplo erro muito nisso, tenho o péssimo hábito de me entregar de cabeça a uma amizade e na maioria das vezes me decepciono, por pura ingenuidade. Que lastima.

    Já fui muito dependente de pessoas. Achava que minha felicidade dependia exclusivamente se eu tivesse alguém 24:00 horas ao meu lado para compartilhar com ela todos os meus momentos, mas não é assim que funciona na prática. Aprendemos como as pessoas são verdadeiramente através da convivência. Posso não gostar de estar sozinho, mas uma coisa que aprendi para o meu próprio bem, é que as vezes, somos muito mais felizes quando não estamos mal acompanhados. Passaram pela minha vida muita gente que não permaneceu no meu presente, e é um alivio pensar que isso aconteceu.

    Certo dia, uma até então amiga, deixou de falar comigo pelo simples fato deu ter feito um ensaio fotográfico da irmã dela. Até hoje me pergunto se esse foi o real motivo, por que na minha concepção, isso não faz sentido. Minha última amizade, não chegou a durar 06 meses e eu jurava que duraria pra vida toda. Talvez pelo fato deu ser decidido e na maioria do tempo saber o que quero e não deixo minha felicidade na mão dos outros ou talvez, essas pessoas que mal entraram na minha vida e já saíram, estavam destinadas a não ficar tanto tempo assim. Costumo dizer, que minhas novas amizades vem com um prazo de válidade e confesso que tenho a estranha mania de prever quanto tempo elas irão durar. Até pode parecer ser um defeito, mas ultimamente tenho acreditado ainda mais que quando não é pra ser, não adianta insistir, por que não vai ser. Não vai pra frente...

Nenhum comentário :

Postar um comentário

© Vinícius Delvalle - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo