02/11/2016

Errei e agora?


    Tenho me perguntado com uma grande frequência se quando nós erramos em algum momento de nossas vidas, mais alguém é punido pelos nossos erros além de nós mesmos. Você comete um erro e se ferra, infelizmente nem sempre dá pra consertar o que fez, ai bate aquele arrependimento e você fica sem saber o que fazer dali em diante. Até superar é um longo trajeto. Não digo que é fácil, que não é dolorido, mas às vezes a gente precisa passar por certas coisas pra poder aprender e até mesmo compreender que aquele erro te serviu como lição para que não se repita em algum momento mais a frente na sua história.

    Pode acontecer daquilo ficar martelando em nossa cabeça. A gente se pergunta o por que daquilo ter acontecido… Vamos querer chorar, gritar, espernear, mas enquanto não nos conformarmos, acreditem, não conseguiremos enxergar uma solução.  As vezes a gente paga pra ver e se arrepende. A vida não se preocupa com o valor da aposta, nem se importa com a "dimensão" da consequência e eu também não sei se deveria me preocupar. Pelo menos não mais. Não existe essa de que "só me arrependo daquilo que eu não faço", grande ilusão. Fazendo ou não fazendo, acabamos nos arrependendo de alguma forma, vai por mim.

    Tentei de diversas formas enxergar o lado bom de errar. Afinal, é errando que se aprende, não é mesmo? Claro que eu gostaria de não errar com tanta periodicidade, mas compreendo que são através deles que amadurecemos e nos tornamos pessoas mais fortes e sensatas. Sempre tento extrair algum aprendizado de coisas que fiz e de que me arrependo. Com muito custo, entendi que para tudo que façamos o tempo se encarregará de nos mostrar a resposta. Ainda continuo acreditando firmemente na lei do retorno, vamos colher aquilo que plantarmos, então não deixe um erro te mostrar só o lado ruim das coisas… Sempre haverá um lado bom de não ter acertado em dado momento, com certeza um deles será de nos impedir de repeti-lo mais uma vez.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

© Vinícius Delvalle - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo