24/11/2017

Quando se perde o amor e a confiança, é hora de seguir em frente.


    Nesses últimos dias, tenho ficado sozinho pelo menos uma vez por semana e são sempre nesses momentos que me pego refletindo sobre acontecimentos passados da minha vida. Eu espero do fundo do meu coração, que haja uma maneira de não ficar alimentando mágoas que de certo modo, ainda me assombram com determinada frequência. Queria saber como é para essa gente, desgostar tão fácil de alguém, ou pior, estar ao lado de uma pessoa que não se gosta, não tem pretensão alguma de construir uma vida ao lado dela, constituir uma família com ela, e por ai vai.

    Por diversas vezes, estive ao lado de pessoas que não me viam desse modo. (será que alguém já me viu dessa forma?) Enquanto eu sonhava, idealizava algo além com essas pessoas, eu só fui mais um… para passar o tempo, para elevar o ego, para fazer hora com a cara. Não sei, são tantos pensamentos estúpidos, que não faço ideia do por que ainda me torturo pensando nisso. Mas cá estou eu, mais uma vez me torturando, pensando em possibilidades que nunca aconteceram.

    Demorei mais de 01 ano para "desgostar" do último cara que me envolvi (o que graças ao meu bom Deus, demorou, mas aconteceu!). E mesmo que eu tenha me decepcionado, me machucado tanto, sem entender o que houve até hoje, eu não vou deixar de forma alguma, que esse episódio me faça desacreditar. Não é fácil seguir em frente, quando ainda se mantém com um pé atrás. Mas nem tudo que ficou no passado, merece espaço na minha vida no presente e não quero que isso atrapalhe de forma alguma o meu futuro. Por mais que tenha dado errado nas vezes anteriores, acredito cegamente que na próxima tentativa irá dar certo.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

© Vinícius Delvalle - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo